Nascer do Sol em Lisboa | Portugal

Há mais de dois anos que andávamos a questionar nos com a ideia de nos mudarmos para Lisboa. Por um lado, em Berlim, tínhamos família, amigos e uma vida bastante estável num país onde conhecíamos a língua e a cultura. Por outro lado, Lisboa encantava-nos ao ponto de lá passarmos o Inverno todos os anos. Porquê?

Esta vista do nascer do sol em Lisboa é tirada da nossa varanda. E se olharmos para os edifícios em primeiro plano, podemos provavelmente adivinhar que o nosso apartamento com vista para Lisboa ou para o oceano não é o único. Isto significa que encontrar um apartamento a preço razoável foi muito mais fácil para nós nesta cidade. E Berlim… bem, Berlim é plana, por isso é raro encontrar um apartamento em que as janelas não tenham vista para outros edifícios. Nem sequer conseguimos explicar, porque é que a vista da janela é tão importante para nós. Talvez seja a sensação de liberdade que temos cada vez que vemos um nascer (ou pôr-do-sol) do sol como este sobre a cidade.

Lisboa é também conhecida como a “Cidade Branca”. Porque fica sobre um rio, a luz do sol difunde-se e ilumina os edifícios com um brilho quase “celestial”. Admitimos que o sol é uma grande razão para escaparmos a Berlim no Inverno. Somos ambos sensíveis à luz, ou melhor, à falta dela. Temos notado ao longo dos anos que se não virmos o sol durante 30 dias, ficamos sombrios e deprimidos. O pior de tudo é que não estávamos sozinhos – no Inverno até as velhotas alemãs na rua podem gritar consigo sem motivo.

Terceiro – e esta é provavelmente a razão mais importante. O povo. O povo português é maravilhoso, caloroso, paciente, doce e cuidadoso uns com os outros (e isto provavelmente não é epíteto suficiente para descrever esta nação de qualquer forma). Apesar de sermos estrangeiros e ainda não falarmos português fluente, acolheram-nos como se não fôssemos “estranhos”. Além disso, durante mais de dois anos de vida em Lisboa, conhecemos talvez apenas duas vezes um português rabugento (e conhecemos muitos deles).

Estas são apenas três das muitas razões que nos levaram a abandonar tudo e a mudar-nos para Portugal. É claro que também conhecemos os inconvenientes de viver em Lisboa. Mas eles não são tão dominantes que lamentemos a nossa mudança. Dos nossos amigos portugueses, também aprendemos algumas atitudes importantes e um certo ditado. Se acontece algo que não nos agrada, dizemos apenas “é o que é”. E em vez de lutarmos emocionalmente com algo, ou procuramos uma solução ou apenas vamos jantar com amigos e a vida continua.

Picture of Nico Trinkhaus

Nico Trinkhaus

Nico Trinkhaus is the mind-blind photographer, using cameras to create visions and memories that otherwise would be lost to him.

More photos to discover:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Nico Trinkhaus Portrait

Nico Trinkhaus
Photography

Do you like what you see?

Most of our photos are available as Fine Art Prints and can be licensed for business use. Contact us!